quarta-feira, 29 de junho de 2011

O POVO CRENTE: UM POVO RELEVANTE

O POVO CRENTE: UM POVO RELEVANTE




tnPessoas_003001. Oséias, quando lemos seu livro percebemos, foi um profeta usado por Deus para anunciar juízo ao povo.

02. É certo que ao fim ele anuncia o perdão mediante arrependimento, mas as mensagens de juízo são predominantes em seu ministério, e consequentemente, no livro que escreveu.

03. Mas o que aconteceu com povo para que Deus, através do profeta Oséias, lhes enviasse todas aquelas mensagens de juízo?

04. Tenho uma anotação de seis acontecimentos que alguém apontou como sendo causas claramente perceptíveis quando lemos o livro de Oséias. Infelizmente não anotei e não me recordo mais de quem fez tal apontamento (se alguém souber me informe para dar os devidos créditos); mas vamos lá:

a. Faltou verdade“OUVI a palavra do Senhor, vós, filhos de Israel, porque o Senhor tem uma contenda com os habitantes da terra, porque não há verdade...” (Oséias 4:1 DO)

i. Verdade (‘emeth) = fidelidade, credibilidade, estabilidade, constância.

ii. Eles não eram verdadeiros porque a verdade (de Deus) não dominava os seus corações.

iii. A palavra traduzida por verdade em Oséias é uma forma contrastada de uma outra palavra que tem o sentido de alguém em quem a gente pode confiar, pode se apoiar, porque é fiel. Faltou a eles essa qualidade.

b. Faltou benignidade – “OUVI a palavra do Senhor, vós, filhos de Israel, porque o Senhor tem uma contenda com os habitantes da terra, porque não há verdade, nem benignidade...” (Oséias 4:1 DO)

i. Benignidade é a qualidade que leva à realização de feitos bondosos – é o amor em ação. Faltou a eles essa qualidade.

c. Faltou conhecimento de Deus“OUVI a palavra do Senhor, vós, filhos de Israel, porque o Senhor tem uma contenda com os habitantes da terra, porque não há verdade, nem benignidade, nem conhecimento de Deus na terra.” (Oséias 4:1 DO)

i. Eles, mesmo sendo o povo de Deus, não conheciam a Deus.

d. Havia ajuntamento muito maior quando outras coisas estavam envolvidas do que “simplesmente” em torno do Senhor“E não clamaram a mim com seu coração, mas davam uivos nas suas camas; para o trigo e para o vinho se ajuntam, mas contra mim se rebelam.” (Oséias 7:14 DO)

e. Faltou dar valor à Palavra de Deus“Escrevi para eles as grandezas da minha lei; mas isso é para ele como cousa estranha.” (Oséias 8:12 DO)

f. Havia uma recusa por servir verdadeiramente a Deus“Porque o meu povo é inclinado a desviar-se de mim; bem que clamam ao Altíssimo, nenhum deles o exalta.” (Oséias 11:7 DO)

05. A consequência imediata de tudo isso foi que eles ficaram entre as nações como algo sem valor: “Israel foi devorado: agora está entre as nações como um vaso em que ninguém tem prazer.” (Oséias 8:8 DO).

06. Eles se tornaram irrelevantes.

07. Amados, em tempos em que pregamos a necessidade de sermos relevantes em nossa sociedade, perguntemo-nos:

a. Qual a relevância de nossa igreja para o local onde ela está inserida?

b. Que diferença faria se ela fechasse hoje?

i. Nenhuma?

ii. Pequena?

iii. Grande?

08. E se chegarmos à conclusão de que somos pouco relevantes, perguntemo-nos também:

a. Qual(is) a(s) razão(ões)?

b. Seriam as mesmas do tempo de Oséias?

09. É tempo de sermos relevantes! Para isso:

a. é preciso que nos tornemos crentes mais verdadeiros do que já somos;

b. é preciso que sejamos crentes mais benignos do que já somos;

c. é preciso que sejamos crentes que estejam empenhados em uma busca constante por conhecer a Deus mais do que já conhecemos;

d. é preciso que sejamos crentes que se preocupam, mais do que já nos preocupamos, em nos ajuntarmos por causa e em torno do Senhor mais do que por causa em torno de qualquer outra coisa;

e. é preciso que sejamos crentes que deem valor a Palavra de Deus, mais, muito mais do que já estamos dando;

f. e é preciso que sejamos crentes que estejam verdadeiramente dispostos a servir ao Senhor.

10. Assim, faremos grandes coisas para o Senhor, seremos bênção para a sociedade em que vivemos e seremos naturalmente relevantes.

11. Pensemos nisso!

Pr. Walmir Vigo Gonçalves

prwalmir@hotmail.com

digitalizar0050


Nenhum comentário:

Postar um comentário