segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

O QUE JESUS ESPERA DE VOCÊ


 

O QUE JESUS ESPERA DE VOCÊ

           

1.    O que podemos dizer, com base na Palavra de Deus, que Deus espera de nós?

2.    Leia João 15.1-17 antes de continuar a leitura deste texto.

3.    É muito comum criarmos expectativas acerca de pessoas:

a.    Um novo presidente;

b.    Um(a) namorado(a) ou esposo(a);

c.    Um novo patrão;

d.    Alguém que veio morar conosco;

e.    Pessoas que vieram para a igreja; etc.

4.    Muitas vezes nossas expectativas são correspondidas, outras vezes mais que correspondidas, mas algumas vezes não.

5.    No texto de João 15.1-17, além de outras, encontramos algumas coisas que Jesus espera daqueles que são seus.

6.    Será que estamos correspondendo ou frustrando as expectativas de Jesus? Vejamos:


I. FIDELIDADE – JESUS ESPERA DE VOCÊ FIDELIDADE EM TUDO

 

1.    Veja o versículo 7.

2.    Geralmente lemos esse verso para enfatizar o fato de que Jesus pode e quer nos abençoar de alguma forma, com alguma coisa; que podemos pedir certos da resposta. Mas o texto diz mais que isso; fala também sobre permanecer em Jesus e ter as palavras de Jesus permanentes em nós, e isso implica em FIDELIDADE.

3.    Nós sabemos o significado da palavra fidelidade, mas no dicionário Michaelis encontrei uma definição bem interessante: Semelhança entre o original e a cópia.

4.    Agora, veja o que diz Romanos 8.29:

 

“... aqueles que já tinham sido escolhidos por Deus ele também separou a fim de se tornarem parecidos com o seu Filho. Ele fez isso para que o Filho fosse o primeiro entre muitos irmãos.” (Romanos 8:29 NTLH)

 

5.    João Soares da Fonseca, na revista Compromisso (JUERP) do terceiro trimestre de 2001, conta a seguinte história:

 

Certo funcionário de uma empresa, crente, foi chamado um dia ao gabinete do dono da empresa. Sem meias palavras, o dono foi direto ao assunto: -"Estamos reestruturando a empresa e precisamos de uma pessoa exatamente do seu tipo para ocupar a posição de gerente do setor. Analisamos a sua ficha e vimos que só há um problema com você: é a sua religião. O cargo é incompatível com a sua fé. De modo que você terá que fazer uma opção entre a promoção no emprego e sua igreja. Mas você não precisa responder agora. Vá para casa, hoje é sexta-feira, pense, e na segunda nos diga o que foi que decidiu". Nosso irmão foi para casa envolto no manto da dúvida. De um lado, almejava o cargo - afinal, era a grande chance de sua vida. Quanta gente - pensou - não gostaria de estar em seu lugar! Por outro lado, e sua fé? E a igreja? E Deus? Os pensamentos se desencontravam em sua cabeça. Seu coração virou campo de batalha entre o certo e o errado, entre o real e o ideal, [entre a fidelidade e a tão almejada promoção]. Noites sem dormir, não podia se concentrar num só pensamento. O pior fim de semana de sua vida, o pior sábado, o pior domingo... Na segunda-feira, lá estava ele na empresa, já ansioso por encontrar-se com o dono: - "E aí?" - quis saber o dono - "Qual é a sua decisão?" - "Acho que vou aceitar a proposta que me fez". O patrão nem levantou a cabeça: - "Então pode passar imediatamente no Departamento de Pessoal e pedir suas contas. Você está despedido!" - "Mas... patrão, foi o senhor mesmo que me fez a proposta!" - "Sim, e você foi provado e não passou no teste. Se foi capaz de tão rapidamente trair o seu Deus, quem me assegura que mais rapidamente ainda não trairá a sua empresa?"

 

6.    Há alguma coisa pela qual você sacrificaria ou até já está sacrificando a sua fidelidade a Deus? ...

7.    E se esse algo for sua vida ou sua liberdade?


II. AMOR – JESUS ESPERA QUE VOCÊ AME... COMO ELE TE AMA

 

1.    Veja os versos 12 e 17

2.    O amor de Deus é diferente; ele não depende de reciprocidade, não depende de elogios, ele é imparcial e é parte da essência daqueles que são discípulos de Jesus.

3.    A igreja de Deus não vive reagindo ao desamor, ela vive amando para transformar os egoístas, sofredores e inimigos em apaixonados amigos de Deus.

4.    Nós temos um desafio gigante pela frente: amar a todos assim como Jesus nos amou. Se nós amarmos o nosso próximo, o mundo e a Igreja ficarão melhores.


III. RELACIONAMENTO – JESUS ESPERA QUE VOCÊ SE RELACIONE COM ELE EM PROFUNDIDADE.

 

1.    Veja o verso 15

2.    No nosso relacionamento com Deus não pode haver segredos.

3.    Jesus mostra neste versículo que não escondeu nada, e isto mostra que seu desejo é ser nosso amigo, um grande amigo que não abre mão de nos abençoar com tudo o que Ele tem.

4.    Contudo, só é possível desfrutar dessa bênção, se estivermos dispostos a obedecê-lo em tudo.

5.    A intimidade com Jesus tem um preço: a obediência. João 15.14: “Vocês serão meus amigos, se fizerem o que eu lhes ordeno”.

 

IV. FRUTIFICAÇÃO – JESUS ESPERA QUE VOCÊ FRUTIFIQUE.

 

1.    Veja o verso 16.

2.    Deus fez um grande investimento em cada pessoa que é chamada pelo o evangelho, de modo que Ele não abre mão de uma resposta positiva.

3.    V. 5: “... se permanecer em mim...”. A frutificação é algo natural.

4.    Ninguém planta uma videira esperando colher sombra, ou para colher folhas, mas esperam-se uvas.

5.    Do mesmo modo Deus, ao nos salvar, nos incluiu no seu Reino e espera que nós venhamos reproduzir, gerando outras vidas para Deus, multiplicando assim o número dos seus discípulos.

6.    Todo cristão é um discípulo de Jesus e, como tal, deve se reproduzir. Se, por alguma razão, nós não estivermos frutificando, devemos aceitar o tratamento de Deus.

7.    Não vamos aceitar uma vida de esterilidade; vamos declarar pela fé que somos discípulos frutíferos.

 

CONCLUSÃO

           

1.    Seja fiel! Ame a Deus sobre todas as coisas e ao seu próximo como a você mesmo! Tenha um relacionamento significativo com Jesus! Frutifique! Nada menos que isso é o que Jesus espera de você.

 

Pr. Walmir Vigo Gonçalves

Adaptado de sermão do Pr. Walter Pacheco