sexta-feira, 4 de novembro de 2011

REPLICANTES


REPLICANTES

Já faz algum tempo que ouvi a apresentadora Regina Casé proferindo o termo que dá título a essa reflexão.                                          Em uma das matérias que ela foi fazer, encontrou duas meninas, gêmeas, que se vestiam igual, calçavam igual, usavam o cabelo igual e eram iguais em muitas outras coisas, especialmente nas respostas às perguntas que Regina Casé fazia, respostas estas que elas davam juntas, como se fosse um dueto. Regina Casé, admirada, brincou: “Acho que elas não existem! Acho que elas são replicantes!”.

“Replicante” não é um termo que ouvimos comumente. “Replicante” é um termo geralmente usado em filmes de ficção científica, e, por isso, muitos não sabem o que ele significa. Você sabe o que é um “replicante”? De forma bem simples podemos dizer que “replicante” é algo que “parece”, mas não é.

Sendo assim, é certo dizer que não apenas na ficção científica, mas também na vida real, existem muitos replicantes, gente que “parece”, mas não é. Na igreja em geral, infelizmente, também é assim, também há aqueles que “parecem” crentes, “parecem” discípulos, mas não o são de verdade, são “replicantes”.

Jesus mesmo disse que há joio misturado ao trigo. O Joio é parecido com o trigo, mas não é trigo. E aqui fica um alerta muito sério: assim como o joio “fica para trás” quando o trigo é colhido, assim será com o “replicante espiritual” quando a igreja for “colhida”. O replicante espiritual até pode vagar em meio à igreja enquanto ela estiver aqui na terra, mas quando o arrebatamento previsto acontecer, acontecerá também a separação. E a razão é simples: a igreja será levada para o céu, para a glória celestial, e no céu não há lugar para “replicantes”.

Quem é você? Um discípulo de Jesus de verdade ou um “replicante”? Como replicante você até pode perambular pela igreja enquanto ela estiver “por aqui”, mas não se esqueça de que para ir com ela ao seu “destino final” você precisa ser discípulo.

Deixe de ser replicante, torne-se um discípulo de verdade! Arrependimento é fé em Jesus é o que se requer de uma pessoa para que ela seja redimida e tornada em discípulo de verdade. (Leia Mateus 3.1-12; Mateus 4.12-17. João 3.16-18 e Atos 4.12)

Pr. Walmir Vigo Gonçalves

Nenhum comentário:

Postar um comentário