quarta-feira, 26 de outubro de 2011

VOCÊ É UMA REFERÊNCIA?

VOCÊ É UMA REFERÊNCIA?

01. Você é uma referência?

02. Essa é a questão tema de nossa reflexão hoje.

03. Uma das definições do termo “referência” é “padrão, modelo ou algo a ser imitado”.

04. E essa é a definição de referência que quero que vocês tenham em mente para essa presente reflexão.

05. Agora, com essa definição bem gravada em nossa mente, torno a perguntar: “Você, como cristão, como crente em Jesus, é uma referência?” – Você pode dizer que sua vida cristã pode servir de modelo ou padrão a ser imitado?

06. Paulo podia. Tanto podia que ele mesmo chegou a dizer aos Coríntios: “Sede meus imitadores, como também eu sou de Cristo” (1 Coríntios 11.1)

07. Nilson Dimárzio, em das antigas edições de O Jornal Batista conta acerca de um chinês que fazia profissão de fé; a esse chinês foi perguntado:

"Quando você ouviu pela primeira vez o Evangelho?" Sua resposta foi esta: "Eu nunca ouvi o Evangelho. Eu vi o Evangelho na de um homem que era o terror da sua vizinhança, pela sua truculência e agressividade e que, ao aceitar Cristo como Salvador e Senhor, teve sua vida totalmente mudada. Não, eu nunca ouvi o Evangelho. mas eu vi o Evangelho na vida daquele homem".

08. “Eu VI o evangelho na vida daquele homem...” – Isso é ser referência

09. Vejamos agora algumas qualidades que possui aquele que serve de referência:

a. Serve de referência aquele que honra a Deus e às coisas que dizem respeito a Deus.

b. Serve de referência aquele que ama como Jesus amou – ama até mesmo aos seus inimigos (Mateus 5.48);

c. Serve de referência aquele que perdoa e faz bem a quem o odeia e ora pelos que o maltratam e perseguem (Mateus 5.48);

d. Serve de referência aquele que anda a segunda milha (Mateus 5.41);

e. Serve de referência aquele que oferece a outra face (Mateus 5.39);

f. Serve de referência aquele que busca em primeiro lugar o reino e a justiça de Deus (Mateus 6.33);

g. Serve de referência aquele que refreia a sua língua e não maldiz, não vive a fofocar e a dizer palavras torpes (Tiago 1.26);

h. Serve de referência aquele que está ligado a Cristo e dá bons frutos (João 15);

i. Serve de referência aquele que manifesta o fruto do Espírito que se caracteriza pelo amor, pela alegria, pela paz, pela longanimidade, pela benignidade, pela bondade, pela fidelidade, pela mansidão e pelo domínio próprio (Gálatas 5.22 e 23).

j. Serve de referência aquele que busca as “coisas que são de cima” (Colossenses 3.1);

k. Serve de referência aquele que pensa nas “coisas que são de cima” (Colossenses 3.2)

l. Serve de referência aquele que se despe – ou se deixa despir – de tudo aquilo que não é “de cima” e se reveste – ou se deixa revestir – de tudo aquilo que “de cima” é. (Colossenses 3)

m. E por aí vai...

11. Agora, saiba que todo crente é chamado para ser referência. Quando Jesus disse o que Mateus registrou no capítulo 5: “Vós sois o sal da terra...” e “Vós sois a luz do mundo” e “... resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai, que está nos céus”, ele estava dizendo aos seus discípulos “de lá” e “de cá”, do passado e do presente: “Sejam referência; sejam um modelo do tipo de vida que Deus deseja para cada um de seus filhos”

12. Você tem sido essa referência que Jesus o comissionou para ser?

13. Pense nisso... ore sobre isso...

Pr. Walmir Vigo Gonçalves – Agosto de 2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário