sábado, 24 de setembro de 2011

JESUS CRISTO – FILHO DE DAVI, FILHO DE ABRAÃO


Áudio da mensagem:

Download do áudio: http://www.4shared.com/audio/SMAPoFWN/JesusCristo-FilhoDeDaviFilhoDe.html


JESUS CRISTO – FILHO DE DAVI, FILHO DE ABRAÃO

1. Texto bíblico: Mateus 1.

2. A primeira coisa com a qual nos deparamos ao abrir o Novo Testamento em seu início é com a genealogia de Jesus.

3. Você sabe o que é genealogia?

Genealogia é o estudo da origem, da descendência e da relação entre famílias, ou, simplificando, é uma lista de antepassados de uma pessoa ou família.

4. A genealogia, entre todos os povos tem a sua importância, mas para alguns povos, especialmente os mais antigos, dentre eles o povo hebreu, a genealogia se reveste de singular importância. Daí o fato de encontrarmos algumas delas nas Sagradas Escrituras.

5. No texto em questão, a genealogia é de Jesus Cristo (ou Jesus, O Cristo), e vamos nos deter apenas no versículo 1, que mostra Jesus como sendo filho de Davi, filho de Abrão.

6. É claro que se formos olhar a genealogia inteira, veremos que Jesus era filho de José que era filho de Jacó que era filho de Matã que era filho de Eleazar... e por aí vai até parar em Abraão.

7. Mas Mateus se detém, destaca, a princípio, apenas dois personagens históricos: Davi e Abraão.

8. O Messias, o Ungido de Deus para ser o Salvador, deveria ser “filho” (descendente) de Abraão porque Abraão seria o pai da raça da qual viria o Messias. Veja os textos:

“Ora, o SENHOR disse a Abrão: Sai-te da tua terra, e da tua parentela, e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei. E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome, e tu serás uma bênção. E abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra.” (Gênesis 12:1-3 RC)

“Então, o Anjo do SENHOR bradou a Abraão pela segunda vez desde os céus e disse: Por mim mesmo, jurei, diz o SENHOR, porquanto fizeste esta ação e não me negaste o teu filho, o teu único, que deveras te abençoarei e grandissimamente multiplicarei a tua semente como as estrelas dos céus e como a areia que está na praia do mar; e a tua semente possuirá a porta dos seus inimigos. E em tua semente serão benditas todas as nações da terra, porquanto obedeceste à minha voz.” (Gênesis 22:15-18 RC)

“Sabei, pois, que os que são da fé são filhos de Abraão. Ora, tendo a Escritura previsto que Deus havia de justificar pela fé os gentios {ou as nações}, anunciou primeiro o evangelho a Abraão, dizendo: Todas as nações serão benditas em ti. De sorte que os que são da fé são benditos com o crente Abraão. Todos aqueles, pois, que são das obras da lei estão debaixo da maldição; porque escrito está: Maldito todo aquele que não permanecer em todas as coisas que estão escritas no livro da lei, para fazê-las. E é evidente que, pela lei, ninguém será justificado diante de Deus, porque o justo viverá da fé. Ora, a lei não é da fé, mas o homem que fizer estas coisas por elas viverá. Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós, porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro; para que a bênção de Abraão chegasse aos gentios por Jesus Cristo e para que, pela fé, nós recebamos a promessa do Espírito. Irmãos, como homem falo. Se o testamento de um homem for confirmado, ninguém o anula nem lhe acrescenta alguma coisa. Ora, as promessas foram feitas a Abraão e à sua posteridade. Não diz: E às posteridades, como falando de muitas, mas como de uma só: E à tua posteridade, que é Cristo.” (Gálatas 3:7-16 RC)

9. E o Messias deveria ser filho de Davi:

“Quando teus dias forem completos, e vieres a dormir com teus pais, então, farei levantar depois de ti a tua semente, que procederá de ti, e estabelecerei o seu reino. Este edificará uma casa ao meu nome, e confirmarei o trono do seu reino para sempre.” (2 Samuel 7:12-13 RC)

“E, estando reunidos os fariseus, interrogou-os Jesus, dizendo: Que pensais vós do Cristo? De quem é filho? Eles disseram-lhe: De Davi. Disse-lhes ele: Como é, então, que Davi, em espírito, lhe chama Senhor, dizendo: Disse o Senhor ao meu Senhor: Assenta-te à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos por escabelo de teus pés. Se Davi, pois, lhe chama Senhor, como é seu filho? E ninguém podia responder-lhe uma palavra, nem, desde aquele dia, ousou mais alguém interrogá-lo.” (Mateus 22:41-46 RC)

10. Mateus então, escrevendo para judeus, tendo com um de seus objetivos responder às indagações dos judeus acerca de Jesus de Nazaré, já começa afirmando que ele, Jesus, descendente de Abraão, é também descendente de Davi, e vai provar isso expondo a sua genealogia.

11. Mas, para o nosso objetivo hoje, quero me deter apenas no fato de Jesus ser “filho” de Abraão e “filho” de Davi.

12. A Bíblia é incrível! E não é pra menos, afinal, é a Palavra de Deus a revelar o grande objetivo desse mesmo Deus e como Ele trabalha nele. Por isso, ela nos fala de diversas maneiras, e uma dessas maneiras é através de tipos ou prefigurações. Assim é que

a. Melquisedeque é uma prefiguração de Cristo (Hb 7.15-17).

b. O Tabernáculo é uma prefiguração da redenção eterna operada por Cristo (Hb 9.1-28).

c. A antiga aliança é uma prefiguração da nova aliança (Hb 8).

13. E falar de Cristo como sendo filho de Abraão e filho de Davi nos leva a pensar em algumas coisas que talvez se constituam em prefigurações.

14. Algumas coisas que o filho de Abraão e o filho de Davi, o herdeiro do trono, fizeram, Cristo fez e está a fazer, só que em nível superior e em grau muito mais elevado.

15. Vejamos:

I. O Filho de Davi

1. Sabemos que Davi teve vários filhos.

2. Em I Crônicas 3.1ss. temos o nome de pelo menos 19 deles: 1) Amnom, 2) Daniel, 3) Absalão, 4) Adonias, 5) Sefatias, 6) Itreão, 7) Siméia, 8) Sobabe, 9) Natã, 10) Salomão, 11) Ibar, 12) Elisama, 13) Elifelete, 14) Nogá, 15) Nefegue, 16) Jafia, 17) Elisama, 18) Eliada e 19) Elifelete.

3. Mas quando se fala em O filho de Davi, o primeiro nome que nos vêm à mente é Salomão, o que foi herdeiro do trono.

4. Salomão prefigura a Cristo como o filho de Davi, o Herdeiro do trono e do reino de Davi.

5. Mas o mais interessante é que Salomão como filho de Davi e herdeiro do trono, fez principalmente duas coisas:

a. Edificou o templo de Deus no reino

i. Davi queria edificar, mas Deus não o deixou – veja I Crônicas 17.1-11. Davi só pôde fazer os preparativos para que Salomão o construísse – veja I Crônicas 29

ii. Salomão edifica o templo – veja a partir de II Crônicas 2. Ao terminar, Salomão ora a Deus e Deus lhe responde – veja II Crônicas 7.12-16. Salomão construiu o templo, símbolo da presença de Deus no reino, lugar a partir de onde Deus se manifestava através de seus servos escolhidos. Mas Salomão ainda fez uma outra coisa importante:

b. Salomão falou palavras de sabedoria – Vejamos alguns textos: I Reis 3.5-12; 4.29-34; 10.1-9.

6. E Jesus, O Cristo, como o filho de Davi, está, no exato tempo em que vivemos, edificando o templo, o verdadeiro templo de Deus, não passageiro, eterno, no reino de Deus, e esse templo é a sua igreja.

a. Em Mateus 16.18 encontramos Jesus dizendo que edificaria a sua igreja e as portas do inferno não prevaleceriam contra ela.

b. Em I Coríntios 3.9ss. vemos a igreja como sendo um edifício em construção sobre o fundamento que é Cristo.

c. Em todo o Novo Testamento vemos que Jesus continua a se manifestar através da igreja, ou na igreja.

d. Em Efésios 3.10 vemos que através da igreja Deus tem manifestado a todos, inclusive às potestades e principados nos lugares celestiais, a Sua sabedoria, que é multiforme.

e. Escrevendo aos Coríntios, Paulo deixa claro que eles, os crentes, eram o templo de Deus, morada do Espírito Santo.

7. Então Jesus está edificando o Templo de Deus, que é a Igreja.

8. E Jesus, O Cristo, como o filho de Davi, tem falado palavras de sabedoria.

II. O Filho de Abraão

1. O filho de Abraão foi Isaque.

2. Abraão teve também, de Hagar, a Ismael, mas o filho da promessa foi Isaque.

3. Isaque fez essencialmente duas coisas:

a. Obedeceu a seu pai até à morte e foi ressuscitado de entre os mortos (tudo isso em figura, porque a morte de fato não aconteceu porque Deus não o deixou) – veja Gn 22.9-10 e Hb 11.17-19

b. Desposou Rebeca, uma gentia – veja Gn 24.61-67

4. E Jesus, como o filho de Abraão, foi morto e oferecido a Deus e ressuscitou dentre os mortos e está tomando para si a igreja por noiva dentre os gentios.

Concluindo

1. Jesus, amados, como profetizado, como prefigurado:

a. Viveu entre nós e falou palavras de sabedoria

b. Foi obediente até à morte, e morte de cruz, ressuscitando ao terceiro dia

c. Edificou e está edificando a sua igreja

d. E fez dessa mesma igreja a sua noiva, e vai retornar para tomá-la para si.

2. Você já faz parte dessa igreja, noiva de Cristo, que será levada por ele para a glória?

Pr. Walmir Vigo Goncalves

prwalmir@hotmail.com

logomarca parque imperatrz 2

Nenhum comentário:

Postar um comentário