terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Felizes os que morrem no Senhor


FELIZES OS QUE MORREM NO SENHOR

 

“E ouvi uma voz do céu, que me dizia: Escreve: Bem-aventurados os mortos que, desde agora, morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem dos seus trabalhos, e as suas obras os sigam.” (Ap. 14:13 RC)

 

Recebi certa vez um texto cujo título é uma pergunta: “Preparado para ouvir o sonido da última trombeta?”

Remeto a você o mesmo teor da pergunta, de forma diferente: você está pronto para ir ao encontro de Deus?

O texto acima, de certa forma fala sobre esse encontro com Deus.

Ele não fala sobre o retorno de Cristo, ele não fala sobre o arrebatamento... Ele fala sobre a morte. Mas todos sabemos que depois da morte vem o encontro com Deus. Veja o que diz Eclesiastes 12:

 

“Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias... antes que se escureçam o sol, e a luz... antes que... o pó volte à terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu

 

Eu perguntei em minha igreja: Quem quer morrer hoje? Amanhã? Essa semana? Esse ano? Nos próximos dez anos?...

Ninguém disse que queria...

A razão é simples: morrer não é bom! Nenhum indivíduo em são estado físico e mental deseja morrer. A própria Palavra de Deus relaciona a morte ao pecado. Romanos 5.12 diz:

 

“Pelo que, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, por isso que todos pecaram.” (RC)

 

Há algum tempo, através de uma leitura, tomei conhecimento de que nas ilhas Fiji havia o costume de se chamar de volta os mortos. Os nativos subiam nas árvores e ficavam gritando aos seus parentes mortos para que eles voltassem. Uma atitude de não aceitação.

A ciência médica tem gastado bilhões e bilhões de dólares em busca de pelo menos um prolongamento da vida.

Anunciou-se com alegria há pouco tempo que pela primeira vez na história a expectativa de vida dos brasileiros ultrapassa os setenta anos.

Entretanto, a morte está aí, sempre presente, atingindo qualquer pessoa: recém-nascidos, adolescentes, jovens, idosos, doentes, sãos... E isso a qualquer momento, às vezes inesperadamente e de forma trágica. Costumamos até dizer que “para morrer basta estar vivo”.

Mas ninguém, repito, em são estado físico e mental, que não esteja passando por um sofrimento por demais desesperador, deseja morrer. Mesmo quem tem certeza de que vai morar no céu não quer ir para lá tão depressa.

 

Agora, se morrer não é bom, pior é morrer mal.

 

E aqui, diante dessa afirmação, eu lhe faço outra pergunta: você está preparado para morrer? Você não quer, mas se você morrer hoje, agora, estará morrendo bem ou morrendo mal?

Já que a morte é inevitável enquanto Cristo não voltar, precisamos buscar uma boa morte, e o nosso texto base nos diz que há uma maneira de se morrer bem, a saber: “Morrer no Senhor”.

Há um grupo de pessoas que mesmo na morte, mesmo não a desejando para si, são bem aventurados nela, a saber: “os que morrem no Senhor”.

 

Daí você pode pergunta: o que é morrer no Senhor?

           

Encontramos informação em Apocalipse 14.9-13:

 

“9  E os seguiu o terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a besta e a sua imagem e receber o sinal na testa ou na mão, 10  também o tal beberá do vinho da ira de Deus, que se deitou, não misturado, no cálice da sua ira, e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro. 11  E a fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre; e não têm repouso, nem de dia nem de noite, os que adoram a besta e a sua imagem e aquele que receber o sinal do seu nome. 12  Aqui está a paciência dos santos; aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus. 13 E ouvi uma voz do céu, que me dizia: Escreve: Bem-aventurados os mortos que, desde agora, morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem dos seus trabalhos, e as suas obras os sigam.”

 

Mais informações temos também em Apocalipse 7.9-17:

 

“9  Depois destas coisas, olhei, e eis aqui uma multidão, a qual ninguém podia contar, de todas as nações, e tribos, e povos, e línguas, que estavam diante do trono e perante o Cordeiro, trajando vestes brancas e com palmas nas suas mãos; 10  e clamavam com grande voz, dizendo: Salvação ao nosso Deus, que está assentado no trono, e ao Cordeiro. 11  E todos os anjos estavam ao redor do trono, e dos anciãos, e dos quatro animais; e prostraram-se diante do trono sobre seu rosto e adoraram a Deus, 12  dizendo: Amém! Louvor, e glória, e sabedoria, e ações de graças, e honra, e poder, e força ao nosso Deus, para todo o sempre. Amém! 13 E um dos anciãos me falou, dizendo: Estes que estão vestidos de vestes brancas, quem são e de onde vieram? 14  E eu disse-lhe: Senhor, tu sabes. E ele disse-me: Estes são os que vieram de grande tribulação, lavaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro. 15  Por isso estão diante do trono de Deus e o servem de dia e de noite no seu templo; e aquele que está assentado sobre o trono os cobrirá com a sua sombra. 16  Nunca mais terão fome, nunca mais terão sede; nem sol nem calma alguma cairá sobre eles, 17  porque o Cordeiro que está no meio do trono os apascentará e lhes servirá de guia para as fontes das águas da vida; e Deus limpará de seus olhos toda lágrima.” (Apocalipse 7:9-17 RC)

 

Morrer no Senhor é morrer como alguém que teve fé em Jesus...

Morrer no Senhor é morrer como alguém que teve as suas vestiduras, isto é, a sua vida, o seu coração, limpos, purificados, pelo sangue de Jesus;

Morrer no Senhor é morrer como alguém que, pela fé, arrependido de seus pecados, rendeu-se aos pés do Senhor Jesus.

Bem aventurados, felizes, são estes, diz o texto.

 

Mas, bem aventurados, felizes, por que? que vantagem têm os que morrem no senhor?

           

Diz-se do Dr. John McFerrin que...

 

... ele foi um homem eminente entre os metodistas do Sul dos Estados Unidos. Estando ele gravemente enfermo, esperava com calma o dia e a hora de sua morte. Seu filho, que era pastor, estava em sua companhia. Aproximando-se o Domingo, o filho hesitou em deixar seu pai e ir pregar em sua igreja. O Dr. McFerrin então o chamou e lhe disse: “Meu filho, hoje estou me sentindo um pouco melhor; acho que deves ir logo, a fim de poderes pregar amanhã em tua igreja. Se porventura eu partir deste mundo na tua ausência, já sabes onde nos reuniremos”.

 

Percebem a diferença?

A morte em si é igual para todos, pertencentes ou não a Jesus, mas para os de Jesus, ainda que não a desejem, ela não traz pavor, e tem um significado diferente: é hora de libertação, hora de ingressar numa vida mais gloriosa, uma vida eterna, de ininterrupta comunhão com o Senhor.

Foi por isso que Moody disse:

 

Algum dia vocês lerão nos jornais que D. L. Moody, de East Northfield, morreu. Não creiam absolutamente nisso! Naquele momento, eu estarei mais vivo do que agora.

 

Foi por isso que o apóstolo Paulo escreveu em sua segunda carta aos Coríntios:

 

“Porque sabemos que, se a nossa casa terrestre deste tabernáculo se desfizer, temos de Deus um edifício, uma casa não feita por mãos, eterna, nos céus.” (5.1)

 

Os que morrem no Senhor terão a felicidade de serem chamados à Ceia das Bodas do Cordeiro. Veja Apocalipse 19.1-9:

 

“E, depois destas coisas, ouvi no céu como que uma grande voz de uma grande multidão, que dizia: Aleluia! Salvação, e glória, e honra, e poder pertencem ao Senhor, nosso Deus, porque verdadeiros e justos são os seus juízos, pois julgou a grande prostituta, que havia corrompido a terra com a sua prostituição, e das mãos dela vingou o sangue dos seus servos. E outra vez disseram: Aleluia! E a fumaça dela sobe para todo o sempre. E os vinte e quatro anciãos e os quatro animais prostraram-se e adoraram a Deus, assentado no trono, dizendo: Amém! Aleluia! E saiu uma voz do trono, que dizia: Louvai o nosso Deus, vós, todos os seus servos, e vós que o temeis, tanto pequenos como grandes. E ouvi como que a voz de uma grande multidão, e como que a voz de muitas águas, e como que a voz de grandes trovões, que dizia: Aleluia! Pois já o Senhor, Deus Todo-poderoso, reina. Regozijemo-nos, e alegremo-nos, e demos-lhe glória, porque vindas são as bodas do Cordeiro, e já a sua esposa se aprontou. E foi-lhe dado que se vestisse de linho fino, puro e resplandecente; porque o linho fino são as justiças dos santos. E disse-me: Escreve: Bem-aventurados aqueles que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro. E disse-me: Estas são as verdadeiras palavras de Deus.” (Apocalipse 19:1-9 RC)

 

Muitos são convidados, mas permanecem indiferentes (Veja Lucas 14.15-24) – Morrem, mas não no Senhor, e não participam da grande ceia.

 

“E, ouvindo isso um dos que estavam com ele à mesa, disse-lhe: Bem-aventurado o que comer pão no Reino de Deus! Porém ele lhe disse: Um certo homem fez uma grande ceia e convidou a muitos. E, à hora da ceia, mandou o seu servo dizer aos convidados: Vinde, que já tudo está preparado. E todos à uma começaram a escusar-se. Disse-lhe o primeiro: Comprei um campo e preciso ir vê-lo; rogo-te que me hajas por escusado. E outro disse: Comprei cinco juntas de bois e vou experimentá-los; rogo-te que me hajas por escusado. E outro disse: Casei e, portanto, não posso ir. E, voltando aquele servo, anunciou essas coisas ao seu senhor. Então, o pai de família, indignado, disse ao seu servo: Sai depressa pelas ruas e bairros da cidade e traze aqui os pobres, e os aleijados, e os mancos, e os cegos. E disse o servo: Senhor, feito está como mandaste, e ainda há lugar. E disse o senhor ao servo: Sai pelos caminhos e atalhos e força-os a entrar, para que a minha casa se encha. Porque eu vos digo que nenhum daqueles varões que foram convidados provará a minha ceia.” (Lucas 14:15-24 RC)

 

Os que morrem no Senhor terão a felicidade de participarem da primeira ressurreição – a ressurreição para a vida. Veja Apocalipse 20.4-6, 7-15:

 

“E vi tronos; e assentaram-se sobre eles aqueles a quem foi dado o poder de julgar. E vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta nem a sua imagem, e não receberam o sinal na testa nem na mão; e viveram e reinaram com Cristo durante mil anos. Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram. Esta é a primeira ressurreição. Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte, mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo e reinarão com ele mil anos.” (Apocalipse 20:4-6 RC)

 

“E, acabando-se os mil anos, Satanás será solto da sua prisão e sairá a enganar as nações que estão sobre os quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, cujo número é como a areia do mar, para as ajuntar em batalha. E subiram sobre a largura da terra e cercaram o arraial dos santos e a cidade amada; mas desceu fogo do céu e os devorou. E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre. E vi um grande trono branco e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiu a terra e o céu, e não se achou lugar para eles. E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante do trono, e abriram-se os livros. E abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras. E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte. E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo.” (Apocalipse 20:7-15 RC)

 

 

Concluindo, repito: Ninguém quer, mas a morte existe para todos. É preciso então procurar morrer bem. Morrer bem é morrer no Senhor. Quem morre no Senhor é bem aventurado, feliz... Terá a felicidade de estar presente nas “Bodas do Cordeiro” e Terá a felicidade de participar da primeira ressurreição – a ressurreição para a vida eterna.

Há uma música que diz: “Mui afoito estás pelo teu viver, como estás com teu Deus? Se a morte vier hoje te levar, como estás com teu Deus?...”

Como está você com Deus? Se a morte vier hoje pra você, como te encontrará em relação a Deus?...

 

Em Cristo,

 

Walmir Vigo Gonçalves

 

prwalmir@hotmail.com

www.prwalmir.blogspot.com

www.igrejabatistanoparqueimperatriz.blogspot.com

www.pibfoz.com.br

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário