sábado, 1 de fevereiro de 2014

TODOS DEVEM SERVIR E DAR FRUTOS

 

TODOS DEVEM SERVIR E DAR FRUTOS

 

1.    Em João 15.16 Jesus diz aos seus discípulos: “Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça, a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vos conceda.” (João 15:16 RC)

2.    Em Mateus 25.14-30 está registrada uma parábola contada por Jesus que diz que um homem, partindo para uma terra distante, entregou a seus servos o cuidado de seus bens. A um deu cinco talentos, a outro dois e a outro um, com os quais eles deviam trabalhar e fazer multiplicar. Uma das lições que Jesus nos transmite através desta parábola é que no Reino de Deus todos devem servir e dar frutos. Quem recebeu cinco talentos precisa servir com eles e dar os seus respectivos frutos, bem como quem recebeu dois e um talentos. O que você tem feito com os “talentos” que Deus lhe deu?

3.    Abaixo coloco algumas sugestões para que você possa servir e dar frutos para Deus:

 

I.        Primeira sugestão: você deve se dispor e prestar atenção para que possa aproveitar bem as oportunidades que Deus lhe dá de servir.

 

1.    Veja o exemplo do Profeta Isaías – Isaías 6 (exemplo de alguém que se dispôs)

2.    Veja o exemplo daqueles que estiveram entre os primeiros integrantes da igreja primitiva, quando sob perseguição – Atos 8.4 (exemplo de pessoas que aproveitavam as oportunidades).

3.    Se disponha e esteja atento às oportunidades que Deus lhe dará e use essas oportunidades.

4.    Obviamente quando a gente pensa em servir e dar frutos nossa mente se volta para o servir evangelizando para que as pessoas se convertam; entretanto, o servir e frutificar não se restringe a essa forma. Vou citar um exemplo de oportunidade para os irmãos – oportunidade de agir com amor até mesmo para com os inimigos:

 

Um escravo que tinha a confiança de seu dono, viu um dia, no mercado dos escravos, um negro cujo corpo corcovado e pernas cambaleantes, denotavam a sua extrema fraqueza e velhice. O escravo implorou ao patrão que o comprasse. Este mostrou a sua surpresa, mas deu o seu consentimento e o velho mudou de dono, e foi levado para o seu novo domicílio. O escravo levou-o para sua cabana, meteu-o em sua própria cama, repartiu a sua comida com ele, deu-lhe água em sua caneca, levava-o ao sol, levava-o à sombra. Alguém curioso, perguntou: “É teu pai?” Respondeu ele: “Não, senhor”. “É teu irmão?” “Não, senhor”. “Então só pode ser grande amigo teu, com certeza!” “Não, ele é meu inimigo. Há muitos anos ele me roubou da minha aldeia e vendeu-me como escravo. Mas o Senhor Jesus manda-nos amar os nossos inimigos”.

 

II.        Em segundo lugar, você precisa procurar ter uma vida exemplar.

 

1.    Veja o que diz Jesus em Mateus 5.16

2.    Veja a chamada de atenção de Paulo em Efésios 5.8-9

3.    De um certo cristão chinês foi dado o seguinte depoimento, certa vez, por seus compatriotas: “Não há diferença entre ele e o Livro”.

 

III.        Terceiro você precisa orar, no caso, para que as pessoas se convertam, mas também por outros motivos.

 

1.    Sobre a importância da oração Léo Francisco Pais muito bem se expressou de forma escrita dizendo que (coloco aqui apenas os tópicos):

a.    A oração ocupou o centro do ministério público de Jesus;

b.    A oração ocupou o centro do ministério apostólico;

c.    A oração ocupa o centro do ministério de nosso Senhor Ressurreto;

d.    A oração é o meio pelo qual entramos em comunhão com Deus;

e.    A oração é o meio pelo qual recebemos as coisas que pedimos a Deus;

f.     A oração é a maior obra que Deus requer dos cristãos;

g.    A oração é a preparação do caminho do Senhor, e

h.    A oração é a semente de todo avivamento espiritual.

2.    Num livro que adquiri recentemente (recebi em 30/01/2014), da Editora Fiel, o autor, Thabiti Anyabwile, discorre sobre "O que é um membro de igreja saudável". Ele aponta 10 marcas, e uma delas é: "Um membro de igreja saudável guerreia com oração".

3.    Então ore!

a.    Ore de forma geral, mas também ore de forma específica, isto é, ore por todos, mas não se esqueça de orar pela “Maria”, pelo “João”...

b.    Ore pessoalmente (em casa), mas também corporativamente (com outros irmãos – no templo às quartas-feiras, por exemplo). Mark Dever, falando sobre a importância da oração corporativa assim se expressa:

 

Participar regularmente da oração corporativa começa a eliminar aquela suposição individualista de que o cristianismo é só sobre MIM e a MINHA relação com Deus; e começa a reposicionar-nos como cristãos individuais na congregação de forma que passemos a nos dar conta daquela pessoa que está doente, daquela pessoa que acabou de ter um bebê, de uma pessoa que está desempregada, de outra pessoa que acabou de tornar-se cristã. Participar da oração corporativa ajuda-nos a descobrir que nossas vidas como seguidores de Cristo são amarradas umas às outras. Ajuda-nos a descobrir como Deus se preocupa com a congregação como uma entidade que deveria ser marcada pelo fruto do Espírito e o amor de João 13:34-35... [Ela)] Trabalha contra a desunião porque você começa a perceber que aquela pessoa que você está desconsiderando, escarnecendo, ou desprezando é de fato parte do seu próprio corpo. Você precisa aproximar-se dela e dos seus problemas – mesmo quando você discorda dela... (http://www.bomcaminho.com/md012.htm – Sobre o Uso e a Importância da Oração Corporativa – Uma Entrevista com Mark Dever)

 

Concluindo

 

1.    Suponhamos que eu chegasse aqui hoje e escolhesse algumas pessoas dentre os irmãos, dizendo assim: "Fique de pé os seguintes irmãos: ..... Eu os estou escolhendo e nomeando", e não dissesse mais nada. O que estes irmãos iriam perguntar? Certamente que perguntariam "para que" eles foram escolhidos e nomeados. Pois bem, meu irmão, a Palavra de Deus está hoje lhe dizendo que Jesus lhe escolheu e lhe nomeou, e também revela o "para que": "para que vades e deis fruto e o vosso fruto permaneça". Então, 

a.    Se disponha, preste atenção nas oportunidades e aproveite-as.

b.    Tenha uma vida exemplar. Seja “igual ao Livro”.

c.    E ore, sozinho e corporativamente, sozinho e com os demais membros deste corpo do qual você faz parte, que é o Corpo de Cristo, a igreja.

 

Pr. Walmir Vigo Gonçalves

Muqui – Fevereiro de 2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário