quinta-feira, 31 de julho de 2014

CLAMA EM ALTA VOZ


CLAMA EM ALTA VOZ

 

“... Mas nunca terá, não, a paz que resiste lá dentro, que não se encontra pra poder comprar; porque essa paz só tem a pessoa que se encontra com Cristo”

 

         A frase acima é parte de uma música interpretada por João Alexandre. A pessoa pode ter tudo ou nada nessa vida, ser ou não ser alguma coisa, tanto faz; se quiser ter a paz de Deus e com Deus, aquela que transcende a barreira do tempo e adentra a eternidade, precisa ter um encontro com Cristo, um encontro salvífico, o mesmo que Paulo, Zaqueu, o cego de Jericó, a pecadora (mulher da vida) que ungiu os pés de Jesus, e tantos outros tiveram.

         Uma das finalidades da igreja é ajudar as pessoas a terem esse encontro. Faz-se isso através da proclamação do evangelho. Não há outro meio. Deus quer que nós proclamemos o evangelho, por palavra e ação.

         Deus disse certa vez ao profeta Isaías: “Clama em alta voz, não te detenhas, levanta a voz como a trombeta e anuncia ao meu povo a sua transgressão e à casa de Jacó, os seus pecados.” (Isaías 58:1 RC). Depois o profeta Isaías vai dizer que são os nossos pecados que nos separam de Deus, mas que a mão do Senhor não está encolhida para que não possa salvar e nem os Seus ouvidos tapados, de forma que não nos ouça quando clamamos. Na autoridade do Espírito quero usar essas mesmas palavras para conclamar à igreja Batista em Muqui: Clame, anuncie bem alto, não deixe que nada nem ninguém a detenha. Vamos “gritar” bem alto para que TODOS possam ouvir que nós homens transgredimos a lei de Deus e por isso somos condenados, mas que Deus não está com suas mãos encolhidas e nem com seus ouvidos tapados para nós; se nos arrependermos, crermos e clamarmos Ele nos ouve. Vamos bradar que só em Jesus há paz, só em Jesus há salvação.

     

No Senhor,

Pr. Walmir Vigo Gonçalves

prwalmir@hotmail.com

 

Muqui, Agosto de 2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário