terça-feira, 6 de outubro de 2009

A PERGUNTA QUE NÃO QUER E NÃO PODE CALAR

A PERGUNTA QUE NÃO QUER E NÃO PODE CALAR

 

"Lembra-te do teu Criador... antes que... o pó volte à terra, como era, e o espírito volte a Deus, que o deu" (partes de Eclesiastes 12)

 

"Aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo, depois disso, o juízo" (Hebreus 9.27)

 

1.    A cronista Danuza leão escreveu no dia 27 de Setembro deste ano (2009), para o jornal Folha de São Paulo, sobre o empresário brasileiro Eike Batista. Eis um resumo que foi enviado pelo Pr. Israel Belo de Azevedo a título de reflexão:

 

"Não vou falar de suas empresas de mineração, da TVX, que acumula 300 toneladas de ouro (os negócios de Eike têm sempre a letra X, sinal de multiplicação), dos negócios que só os homens de negócios compreendem, mas da diversificação dos novos empreendimentos do empresário. Eike decidiu abrir na Lagoa o restaurante Mr. Lam, e trouxe o cozinheiro do melhor restaurante chinês de Nova York. Foi um acontecimento, e o Rio de Janeiro durante um tempo só falou nisso. Não contente, ele decidiu entrar no território do turismo e mandou adaptar um grande barco para fazer passeios na baía de Guanabara. Pensa que terminou? Não; Eike comprou o Hotel Glória, um ícone da cidade, tanto quanto o Copacabana Palace (...). O hotel está fechado, e é um mistério o que vai acontecer com ele. Recentemente, Renata Almeida Magalhães (...) escreveu um artigo em "O Globo" ressentida com o pouco apoio que recebeu da Finep para terminar o filme do qual é produtora; faltavam R$ 500 mil, que ela não conseguiu obter. Tocado pelo artigo, Eike ligou para ela (...) e mandou um cheque de R$ 1 milhão. (...) Eike tomou a si a responsabilidade de limpar a lagoa Rodrigo de Freitas e assegurou que em dois anos poderemos todos estar nadando nas suas águas, que estarão cristalinas; ah, e agora quer comprar os 30% do Bradesco na Vale. Eike Batista sonha em ser o homem mais rico do mundo, e certamente o será. Agora, a pergunta que não quer calar: e depois, Eike Batista?"

 

2.    A que Danuza Leão quis se referir com essa pergunta endereçada no texto a Eike Batista, ela não deixa explícito, mas trata-se de uma pergunta importante que todos deveríamos nos fazer em relação à "vida após esta vida".

3.    Em Marcos 8.36 encontramos Jesus questionando: "Que aproveita ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua alma?

4.    Em Lucas 12.16-20 Jesus conta uma parábola:

 

"... a herdade de um homem rico tinha produzido com abundância. E arrazoava ele entre si, dizendo: Que farei? Não tenho onde recolher os meus frutos. E disse: Farei isto: derribarei os meus celeiros, e edificarei outros maiores, e ali recolherei todas as minhas novidades e os meus bens; e direi à minha alma: alma, tens em depósito muitos bens, para muitos anos; descansa, come, bebe e folga. Mas Deus lhe disse: Louco, esta noite te pedirão a tua alma, e o que tens preparado para quem será?" (Lucas 12:16-20 RC)

 

5.    Há um folhetinho publicado pela agência missionária Interlink cujo título é "Você e a Eternidade". Nele há alguns pontos bem interessantes nos quais faremos bem em refletir. São eles (do folheto estão aí só os tópicos – os comentários não fazem parte da mesma fonte):

a.    Lembre-se de que há uma eternidade.

b.    Lembre-se de que você tem que passar (viver) esta eternidade em algum lugar.

                                  i.    Mas infelizmente talvez você não esteja muito interessado nisso, não é?.

                                ii.    Registrou-se que no ano de 1987 alguém se propôs a perguntar a 365 pessoas - uma por dia, de 1 de janeiro a 31 de dezembro - onde passariam a eternidade. Ao final daquele ano, 333 responderam que não sabiam. O evangelista acostumou-se a essa resposta, tantas vezes repetidas: "Não sei, não sei, não sei...". O que lhe causou maior tristeza, no entanto, não foi esse tipo de ignorância, mas o fato que, em geral, essas pessoas não se revelaram interessadas em saber. Será que as estatísticas mudaram para melhor de lá para cá?

c.    A questão onde você passará (viverá) a eternidade é muito mais importante do que a questão de onde (ou como) você passará a sua vida presente;

                                  i.    Jesus conta uma parábola, que foi intitulada "a parábola do rico e Lázaro", que demonstra muito bem isso. Se você quiser leia essa parábola em Lucas 16.19ss.

d.    É possível sabermos onde passaremos (viveremos) a eternidade;

                                  i.    Jesus afirma em João 14.6: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vai ao Pai senão por Mim".

                                ii.    Em João 1.12, 3.16, 18 e 36 lemos acerca de Jesus:

 

"... a todos quantos o receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus: aos que crêem no seu nome," / "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna" / "Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus" / "Aquele que crê no Filho tem a vida eterna, mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece"

 

                               iii.    Esses trechos, além de outros mais, mostram que:

e.    Onde você passará (viverá) a eternidade dependerá de sua atitude em relação a Cristo

                                  i.    Na estratégia evangelística conhecida como "evangelismo explosivo" há duas perguntas essenciais que são feitas, sendo que a segunda dependerá da resposta à primeira.

1.    A primeira pergunta é: "Se você morresse hoje, para onde você iria?"

2.    E a segunda, no caso de a pessoa responder que irá para o céu, é: "Mas o céu é de Deus. Por que Deus permitiria a você entrar no Seu céu?"

                                ii.    Onde você viverá a eternidade não depende da igreja a que você freqüentou, do pastor que lhe pastoreou, de seus méritos pessoais... não! Onde você viverá a eternidade dependerá de sua atitude em relação a Cristo; dependerá de se, arrependido de seus pecados, você o recebeu pela fé como seu Salvador e Senhor. Jesus começou seu ministério anunciando: "O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo. Arrependei-vos e crede no evangelho". É certo que aquele que, arrependido de seus pecados, recebe a Jesus pela fé, tem muitas de suas atitudes, suas motivações, seu modo de viver e de pensar a vida modificados, mas trata-se de um morrer e um renascer a partir de Cristo e em Cristo e não de uma reforma a partir de você mesmo.

6.    A pergunta que não quer e não pode calar é "e depois?". O que será de você depois, na eternidade?

7.    "Mais além do pó existe uma eternidade pra se viver; onde você vai passá-la? Responda que eu quero saber", diz parte de uma antiga música cantada pelo grupo musical Novo Alvorecer.

8.    "Aqui não é meu lar, um viajante sou; meu lar é lá no céu, Jesus já preparou. Avisto no portal um anjo a chamar; em meu lar celestial espero logo entrar", diz uma outra música.

9.    E você... depois... além do pó... na eternidade?

10. Pense nisso!

 

Pr. Walmir Vigo Gonçalves

Outubro de 2009

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário