quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

TEMPLO DO ESPÍRITO

TEMPLO DO ESPÍRITO

     

"Não sabeis vós que os vossos corpos são membros de Cristo?... Não sabeis que o nosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus." (1 Coríntios 6:15, 19-20 RC)

           

"Por ele (Jesus), ambos temos acesso ao Pai em um mesmo Espírito. Assim que já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos Santos e da família de Deus; edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina; no qual todo o edifício, bem ajustado, cresce para templo santo no Senhor, no qual também vós juntamente sois edificados para morada de Deus no Espírito." (Efésios 2:18-22 RC)

      

É coisa comum darmos uso diferente do original a objetos que possuímos. Assim é que uma latinha de refrigerante vira um cofrinho, uma caixa de papelão se presta a guardar cadernos, livros, fotografias, etc. Mas seu uso original não é esse. Uma saboneteira, por exemplo, pra que foi feita? A resposta é óbvia: para colocar sabonete. Mas às vezes a usamos para várias outras coisas, como, exemplificando, para guardar pequenos objetos. Nas mãos de alguns ela vira até um porta-bijuteria. Mas não foi pra isso que ela foi feita originalmente, e, quando alguém resolve que vai devolvê-la à sua função original, então esse alguém terá que esvaziá-la de tudo o que lhe colocou e pôr dentro dela um sabonete, um cheiroso sabonete, algo que é limpo e que limpa, junto com a água, a nossa pele.

 

A Bíblia nos dá conta, amados, que Deus, em Cristo Jesus, nos gerou de novo para que fôssemos templo de Seu Espírito, o Espírito Santo. E, conseqüentemente, tudo em nós, tudo nosso, tudo o que fazemos e como fazemos, todo o nosso viver deve ser santo ao Senhor. Entretanto, é fato que, assim como fazemos com uma saboneteira, às vezes introduzimos no contexto de nossa vida coisas que não podemos dizer que são santas ao Senhor, e às quais, nem se quisermos muito, podemos santificar.

      

Se você fosse fazer uma lista das coisas erradas que você anda fazendo, que você permite fazer parte do contexto de sua vida, de que tamanho seria essa lista? Não estou falando dos "tropeções" que às vezes damos, mas daquelas coisas que você faz normalmente, sabendo serem erradas, e continua fazendo. Por exemplo, em algum acontecimento súbito você, de repente, sem pensar, diz algo que sabe ser mentira. No mesmo instante você se dá conta do que fez e procura se redimir, principalmente pedindo perdão a Deus. Isso, todos hão de concordar, é diferente de viver tendo a mentira como um estilo de vida, mentindo de maneira premeditada, arquitetada.

 

Quão grande seria a sua lista?!

 

Talvez fosse menor que a minha.

 

Mas, sem importar se a sua lista seria maior ou menor que a minha, o fato é que Deus não nos fez novas criaturas em Cristo Jesus para andarmos por aí com essas sujeiras dentro de nós. Dentro de nós, no contexto de nossa vida, só coisas que possam ser santificadas a Deus, só coisas que não sejam contrarias à Santidade do Deus de cujo Espírito somos o templo.

      

Trabalhemos para e permitamos que, amados, o Espírito de Deus faça uma limpeza em nossas vidas. Permitamos fazer parte de nossa vida apenas coisas que honrem o Deus a quem servimos.

      

Naquele que é Santo e requer dos seus que sejam santos,

 

Pr. Walmir

Nenhum comentário:

Postar um comentário