terça-feira, 9 de novembro de 2010

O FRUTO DO ESPÍRITO - parte 9 de 10

O FRUTO DO ESPÍRITO

 

Gálatas 5.22-23

 

 

Parte 9 de 10

 

 

 

VII. A FÉ (FIDELIDADE)

 

1.    A palavra original utilizada no versículo, para este sétimo aspecto do fruto do Espírito pode ser traduzida tanto por fé quanto por fidelidade.

2.    A razão de o Espírito orientar Paulo na utilização desta palavra talvez esteja no fato de que fé, a verdadeira fé, não é uma simples crença. A crença simples é passiva, ao passo que a fé é ativa, leva a atos de fidelidade a Deus. No dizer de Edith Hamilton, "é uma visão que inevitavelmente passa à ação".

3.    A pessoa em cuja vida o Fruto do Espírito está em pleno desenvolvimento é uma pessoa fiel. É fiel no pouco e é fiel no muito, é fiel nas pequenas e também nas grandes coisas. Coloca-se pouco em suas mãos e ele é fiel nesse pouco, coloca-se muito e ele é fiel nesse muito. É uma pessoa com quem Jesus, e, conseqüentemente, a igreja de Jesus pode contar, porque é alguém que cumpre com fidelidade as suas responsabilidades para a glória do Senhor.

4.    Certo pastor escreveu no editorial do boletim de sua igreja um artigo com o título "Um Crente Mais ou Menos". No segundo parágrafo desse editorial ele escreveu:

 

"Que é um crente mais ou menos? É o membro da igreja com o qual não se pode contar, que não é de confiança. Isso porque às vezes ele está presente e às vezes não está presente. Às vezes ele contribui para a igreja e às vezes ele não contribui. Às vezes ele está entusiasmado e às vezes ele está desanimado e desinteressado. Às vezes ele faz o trabalho que se lhe entrega e às vezes ele não o faz".

 

5.    Não é terrível isso?

6.    Você quer ser assim?

7.    Se não, seja fiel, exercite a fidelidade. Diga ao Senhor: "Senhor, eis-me aqui, pode contar comigo!" Mas diga com sinceridade, diga apenas se estiver disposto mesmo a ser fiel em tudo.

 

VIII. A MANSIDÃO

 

1.    Quando pegamos um dicionário de sinônimos e antônimos e pesquisamos a palavra mansidão, se não fizermos um reflexão mais profunda podemos até ficar pensando que uma das características do indivíduo manso é a falta de coragem, falta de força necessária para impulsioná-lo a uma ação um pouco mais enérgica. Mas isso não é verdade, pelo menos no que respeita à mansidão bíblica, essa que é uma das características do Fruto do Espírito.

2.    Determinado comentarista define a mansidão bíblica como sendo "força sob o controle de Deus", e diz que ela é como o fogo do fogão a gás, um fogo controlado para fins úteis.

3.    Há muito crente que é como um fogo numa floresta em época de seca. O que esse fogo faz? Ele queima tudo e estraga tudo.

4.    O crente precisa ser manso nesse sentido. Ele pode ter um temperamento extremamente forte, mas deve deixar que esse temperamento seja controlado pelo Espírito para que haja edificação e não destruição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário